sexta-feira, 31 de julho de 2015

Corrija o erro "failed to load module gail" no linux

Se aparecer o erro "Gtk-Message: failed to load module "gail", a solução é muito fácil: basta instalar o pacote libgail-common segundo o procedimento padrão para sua distro.

Nas derivadas do Debian e Ubuntu, faça no terminal:

$ sudo apt-get install libgail-common

Até a próxima dica!
;-))

domingo, 26 de julho de 2015

Corrija o erro "/sbin/fsck.btrfs doesn't exist" no Debian e derivadas

Se você instalou o Debian, ou derivadas, com o sistema de arquivo btrfs, pode aparecer o seguinte erro ao instalar alguns pacotes:

/sbin/fsck.btrfs doesn't exist

Isso não é nada demais. Basta abrir um terminal, obter acesso root e rodar o comando abaixo:

$ su -
# ln -s /bin/fsck.btrfs /sbin/fsck.btrfs

Até a próxima dica!
;-))

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Instale o navegador opera no Ubuntu, Debian e derivadas


Na dica de hoje explico como instalar o navegador opera no Ubuntu, Debian (todas as versões) e derivadas, sem burocracias e complicações. No Debian e derivadas, obtenha acesso como root:

$ su -
# nano /etc/apt/sources.list

Acrescente as linhas abaixo:

# navegador opera
# wget -qO- http://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add -
deb http://deb.opera.com/opera-stable/ stable non-free

No Ubuntu e derivadas, faça:

$ sudo nano /etc/apt/sources.list

Feito o acréscimo do repositório, rode no terminal:

Debian e derivadas
# apt-get update
# wget -c http://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add -
# apt-get update
# apt-get install opera-stable

Ubuntu e derivadas
$ sudo apt-get update
$ sudo wget -c http://deb.opera.com/archive.key | sudo apt-key add -
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install opera-stable

Pronto, o navegador opera está instalado.

Até a próxima dica!
;-))

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Instalando o freshplayer no Ubuntu e derivadas

Na dica anterior expliquei como instalar o freshplayer no Debian, independente da versão. Na de hoje explico como fazê-lo no Ubuntu e derivadas.

Aqui também há dois caminhos: com o google-chrome (veja aqui), ou o pepperflash diretamente dos repositórios da versão que está usando.

Adicione as linhas abaixo no /etc/apt/sources.list e escolha a versão de seu Ubuntu:

# freshplayer PPA
# sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys 4C9D234C
deb http://ppa.launchpad.net/nilarimogard/webupd8/ubuntu $VERSAO main

Agora rode os comandos abaixo, na ordem:

$ sudo 
apt-get update
$ sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys 4C9D234C
$ apt-get update

(com google chrome instalado)
$ sudo apt-get install freshplayerplugin

(com o pepperflashplugin instalado)
S sudo apt-get install pepperflashplugin-nonfree 
freshplayerplugin

Pronto! Agora seu firefox, ou outro browser, estão habilitados a assistir conteúdo em flash.

Até a próxima dica!
;-))

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Mostrar lista de usuários no lightdm

Tem distribuições que não configuram o gerenciador de login "lightdm" para mostrar a lista de usuários. Veja abaixo:

Se você prefere mostrá-lo, abra um terminal e execute os passos abaixo, na ordem:

$ su -
# mkdir /etc/lightdm/lightdm.conf.d
# nano /etc/lightdm/lightdm.conf.d/50-minha-config.conf

Acrescente as linhas abaixo:

[SeatDefaults]
greeter-hide-users=true
greeter-show-manual-login=true

Salve o conteúdo e reinicie seu computador. Veja como fica:


Até a próxima dica!
;-))

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Medindo a velocidade do hd com o comando "dd"

Eis uma dica para descobrir a velocidade aproximada de seu HD, no linux, usando o comando "dd". Muitos fatores influem nesta medida, mas pode-se obter uma aproximação que ser-lhe-á útil.

Para isso, execute o comando abaixo no terminal:

$ dd if=/dev/zero of=test bs=64k count=16k conv=fdatasync
16384+0 registros de entrada
16384+0 registros de saída
1073741824 bytes (1,1 GB) copiados, 15,6547 s, 68,6 MB/s

Uma velocidade superior a 50,0 MB/s é aceitável. No exemplo acima, o valor encontrado foi de 68,6 MB/s.

Até a próxima dica!
;-))

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Corrigindo "W: Duplicate sources.list entry http://dl.google.com/..." no linux


Depois de instalar o google-chrome no linux, aparece o alerta abaixo quando se atualiza a base de dados do apt:

W: Duplicate sources.list entry http://dl.google.com/linux/chrome/deb/ stable/main amd64 Packages (/var/lib/apt/lists/dl.google.com_linux_chrome_deb_dists_stable_main_binary-amd64_Packages)

ou

W: Duplicate sources.list entry http://dl.google.com/linux/chrome/deb/ stable/main i386 Packages (/var/lib/apt/lists/dl.google.com_linux_chrome_deb_dists_stable_main_binary-i386_Packages)

Para resolver esse problema, abra o terminal e rode o comando abaixo:

Debian e derivadas

$ su -
# cd etc/apt/sources.list.d
# rm -rf *
# apt-get update

Ubuntu e derivadas
$ cd etc/apt/sources.list.d
$ sudo rm -rf *
$ sudo apt-get update


Até a próxima dica!
;-))

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Instalando o popcorn-time no Ubuntu, Debian e derivadas

Popcorn-time é um programa que permite ver filmes por meio de torrents. Hoje explico como instalá-lo no ubuntu, debian e derivadas, por meio de pacotes *.deb criados pelos desenvolvedores do projeto.

Não utilize o pacote tar.xz do site do Popcorn-time, pois há um bug com o sandbox do chrome/chromium. E o projeto webupd8team desabilitou o repositório PPA, por questões legais.

Para baixar e instalar os pacotes deb, siga os passos abaixo:

Vá no endereço https://ci.popcorntime.io/, clique no link "Popcorn-Desktop" e escolha o pacote *deb para sua arquitetura, 32 ou 64bits:


Vá até o repositório $HOME/Download e abra um terminal no diretório, com o botão direito do mouse:


Instale o pacote com o comando abaixo:

$ sudo dpkg -i popcorn*deb


Se, e somente se, houver qualquer alerta sobre dependências, rode o comando:

$ sudo apt-get install -f

Terminado o procedimento, procure pelo programa na aba "Internet", de sua interface gráfica preferida:


Pronto. Agora cabe a você descobrir como configurá-lo, o que não será visto aqui.

Até a próxima dica!
;-))

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Corrija o erro "File transmageddon.py, line 33, in from gi.repository import GUdev"

Para corrigir esse erro no linux, instale o pacote gir1.2-gudev-1.0 segundo o procedimento padrão para sua distro. No Debian, Ubuntu e derivadas: Debian $ su -
# apt-get install gir1.2-gudev-1.0

Ubuntu
$ sudo apt-get install gir1.2-gudev-1.0 Até a próxima dica!
;-))