domingo, 29 de novembro de 2015

Desabilitando UTC no Ubuntu 15.10 e derivadas

Até a versão anterior, bastava editar o arquivo /etc/default/rcS e colocar "UTC=no" para resolver este problema. A partir da 15.10, somente este recurso não basta.

Esta dica é para Ubuntu, mas servirá para a sua distro se houver o mesmo problema. Para resolvermos o problema, basta seguir os passos abaixo:

a) instale o ntpdate:

$ sudo apt-get install ntpdate

b) veja a hora local de seu linux:

$ ntpdate


b) reconfigure sua hora local de acordo com seu fuso horário. Nesta dica usaremos "São Paulo", mas não se esqueça de utilizar o seu:

$ sudo dpkg-reconfigure tzdata





c) resolvido o problema:

Até a próxima dica!
;-))

domingo, 15 de novembro de 2015

Utilizando a versão web do telegram no linux

Na dica anterior mostrei como instalar o telegram no Ubuntu, Debian e derivadas. Hoje explicarei como utilizar a versão web deste aplicativo, que não precisa de instalação.

Utilizei o chromium para este trabalho, e você pode usar seu browser preferido. Não sei se é necessário o java e o flash. De qualquer forma, instale-os utilizando o procedimento padrão para sua distro, o que não será visto aqui, mas há tutoriais neste blog. 

Inicie acessando o endereço web do telegram. Seu país de origem e código internacional de discagem será detectado automaticamente:


Insira seu telefone celular, com o DDD:



Confirmando o telefone, você receberá um SMS para inserir na página abaixo. Seja rápido, pois há 5 minutos de tolerância:



Defina a senha para entrar no telegram via web:


Pronto, você já está na versão web do telegram. Basta configurá-lo de seu jeito, o que não será visto aqui:


Até a próxima dica!
;-))

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Instalando o telegram no Ubuntu, Debian e derivadas

O telegram é um aplicativo de mensagens muito parecido com o WhatsApp, open source, e que vem despontando lentamente na preferência dos usuários, processo mental misterioso que decide - de uma hora para outra - o que é "bom"ou está na "moda".

Deixemos a filosofia de lado e sigamos em frente, mostrando como instalar este aplicativo no ubuntu, debian e derivadas, deixando claro que testei apenas no primeiro. Se houver algum problema no segundo, procure ajuda na web.

Primeiramente vá no sítio do telegram e baixe a versão para seu sistema operacional, o que será detectado automaticamente:


No meu caso, cliquei em "Get Telegram for linux 64bits". Após do download, vá até o diretório onde está o arquivo compactado em formato xz:


Descompacte-o, clicando com o botão direito do mouse:



Veja que na pasta "Telegram" tem dois executáveis. o próprio executável e o "Updater":


Agora moveremos a pasta do aplicativo para o diretório /opt, criando o link simbólico no PATH do sistema. Inicie abrindo um terminal na pasta de download, onde descompactou o arquivo:



Agora faça os passos abaixo, na ordem:

UBUNTU
$ sudo mv Telegram /opt
$ sudo ln -s /opt/Telegram/Telegram /usr/local/bin/telegram

DEBIAN
$ su - [ENTER]
mv Telegram /opt
# ln -s /opt/Telegram/Telegram /usr/local/bin/telegram

Agora criaremos o lançador do aplicativo, pois o que baixamos não faz isso automaticamente na instalação. Crie um arquivo-texto com o nome "telegram.desktop" e adicione o conteúdo abaixo, usando seu editor preferido:

[Desktop Entry]
Name=Telegram
Comment=Telegram
Exec=telegram
Icon=telegram
Terminal=false
Type=Application
GenericName=Telegram
Name[pt_BR]=Telegram

Abra um terminal onde estiver o arquivo telegram.desktop e faça os ajustes de permissão, como mostro a seguir:

UBUNTU
$ sudo chown root.root telegram.desktop
$ sudo chmod 644 telegram.desktop

[DEBIAN]
$ su - [ENTER]
# chown root.root telegram.desktop
# chmod 644 telegram.desktop



Mova o arquivo telegram.desktop para o local indicado, /usr/share/applications:

UBUNTU
$ sudo mv telegram.desktop  /usr/share/applications

DEBIAN
mv telegram.desktop  /usr/share/applications

Para terminar, salve a imagem abaixo como o nome "telegram.png" e copie-a para os diretórios de ícones:


UBUNTU
$ sudo cp telegram.png  /usr/share/icons
$ sudo mv telegram.png  /usr/share/pixmaps


DEBIAN
$ su - [ENTER]
# cp telegram.png  /usr/share/icons
# mv telegram.png  /usr/share/pixmaps

Terminados estes passos, olhe no menu de sua interface gráfica e veja que o aplicativo apresenta-se no mesmo:



Basta clicar no ícone do aplicativo ou chamá-lo terminal, se preferir, pelo nome "telegram":



Aqui termina nosso trabalho de hoje. A configuração da conta é intuitiva e não será abordada neste tutorial.

Até a próxima dica.
;-))