sábado, 27 de agosto de 2016

Corrigindo o erro "Error for wireless request "Set Power Management" (8B2C)" no linux

Sem maiores explicações técnicas, se você deseja habilitar o gerenciamento de energia de sua placa wifi no linux, chip atheros, deve fazer os procedimentos abaixo.

Em primeiro lugar, confirme se o chip de sua placa é realmente da atheros:

$ lspci | grep "Network controller"
03:00.0 Network controller: Qualcomm Atheros AR9485 Wireless Network Adapter...

$ lsmod | grep ath9k
ath9k                         143360  0
ath9k_common           36864  1 ath9k
ath9k_hw                  466944  2 ath9k_common,ath9k
ath                               32768  3 ath9k_common,ath9k,ath9k_hw
mac80211                 745472  1 ath9k
cfg80211                   573440  4 ath,ath9k_common,ath9k,mac80211

Localize a interface de rede wifi. Nas versões atuais das distros linux, exceto o Debian stable e derivadas, não é mais wlan0, wlan1 etc. Para saber, descubra com o comando:

$ iwconfig
wlp3s0    IEEE 802.11bgn  ESSID:off/any  
Mode:Managed  Access Point: Not-Associated   Tx-Power=0 dBm   
Retry short limit:7   RTS thr:off   Fragment thr:off
Power Management:off

Se você tentar ativar o gerenciamento de energia, aparecerá erro no terminal, porque as novas versões do kernel desabilitaram essa capacidade. Veja:

# iwconfig wlp3s0 power on
Error for wireless request "Set Power Management" (8B2C) :
SET failed on device wlp3s0 ; Operation not supported.

Para ativar o gerenciamento de energia, rode os comandos abaixo no terminal, na ordem:

UBUNTU E DERIVADAS (e outras distros com root desabilitado)
$ sudo rmmod -r ath9k
$ sudo modprobe ath9k ps_enable=1
$ sudo modprobe ath9k
$ sudo iwconfig wlp3s0 power on

DEBIAN E DERIVADAS (e outras distros linux)
$ su - [ENTER]
# rmmod -r ath9k
# modprobe ath9k ps_enable=1
# modprobe ath9k
# iwconfig wlp3s0 power on

Essa mudança é temporária. Para torná-la definitiva, adicione os comandos abaixo no arquivo /etc/rc.local:

# ativando gerenciamento de energia na rede wifi
rmmod -r ath9k
modprobe ath9k ps_enable=1
modprobe ath9k
iwconfig wlp3s0 power on


Pronto, problema resolvido.

Até a próxima dica!
;-)

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

LXDE: abrindo terminal no gerenciador de arquivos pcmanfm

Quem usa a interface gráfica LXDE, já percebeu que não existe a opção "Abrir terminal aqui", quando clica-se com o botão direito do mouse no pcmanfm.

Veja:


Como fazer então? Muito simples, basta ir até o diretório desejado e apertar a tecla F4, que o terminal abrirá no mesmo local:


Apertando F4:

Rode o comando "ls" para mostrar o conteúdo do diretório:


É isso aí pessoal. O LXDE é leve, e o recurso de ativar o terminal não existe no menu do pcmanfm. Mas você se acostuma, como eu me acostumei.

Até a próxima dica!
;-))

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Google-chrome congela lxde no linux

Tem um bug chato com google chrome e o gerenciador de janelas lxde: quando você clica no ícone, o navegador não abre ou, se o faz, congela a interface gráfica.

Se isso acontece com você no lxde, xfce ou qualquer gerenciador de janelas para linux, aqui vai a dica de como corrigi-lo.

Abra um terminal e digite o comando abaixo:

$ su -
# nano /usr/share/applications/google-chrome.desktop

Procure pela linha 109 (ou próxima a ela):

Exec=/usr/bin/google-chrome-stable %U

e substitua por:

Exec=google-chrome --disable-gpu %U

Agora vá para a linha 169 (ou próxima a ela):

Exec=/usr/bin/google-chrome-stable

e substitua da mesma forma:

Exec=google-chrome --disable-gpu %U

Agora é a vez da linha 222 (ou próxima a ela):

Exec=/usr/bin/google-chrome-stable --incognito

e substitua por:

Exec=/usr/bin/google-chrome --incognito --disable-gpu %U

Salve e pronto, problema resolvido.

Até a próxima dica!
;-))

domingo, 14 de agosto de 2016

Plugando sua tv em um notebook com linux e interface CINNAMON

Continuando a série de dicas, de como configurar um monitor externo no linux, hoje mostrarei como fazê-lo na interface gráfica cinnamon. Para quem não sabe, ela é uma skin para o gnome 3, de forma a torná-lo mais amigável.

Clique aqui para ler a dica de como fazê-lo na interface LXDE, onde explico detalhadamente cada parte do processo, o que não será feito aqui.

Usei o Debian jessie 8.5.0 com interface em inglês, e você deverá adaptar o processo para sua distribuição.


Use o mesmo cabo HDMI para conectar os aparelhos, com uma ou duas telas simultaneamente. O servidor gráfico utilizado é o X.org; o de som, pulseaudio.

Instale o pulseaudio segundo o procedimento padrão para sua distro. Para Ubuntu, Debian e derivadas, faça como mostro abaixo (em uma só linha, ignorando o sinal "\"):

UBUNTU E DERIVADAS
$ sudo apt-get install gstreamer0.10-pulseaudio gstreamer1.0-pulseaudio \
   libcanberra-pulse pavucontrol paman pulseaudio-esound-compat \
   pulseaudio-module-bluetooth pulseaudio-module-jack pulseaudio-module-x11 \
   pulseaudio-utils

DEBIAN E DERIVADAS
$ su - [+ ENTER]
$ sudo apt-get install gstreamer0.10-pulseaudio gstreamer1.0-pulseaudio \
   libcanberra-pulse pavucontrol paman pulseaudio-esound-compat \
   pulseaudio-module-bluetooth pulseaudio-module-jack pulseaudio-module-x11 \
   pulseaudio-utils

Para começar, abra a configuração do sistema do cinnamon:



Ligue e conecte a tv na entrada HDMI do computador. Depois clique no ícone do monitor:


O monitor externo foi detectado e apresenta-se espelhado. Para configurá-lo externamente, basta desmarcar a opção abaixo:


Clique em cada um dos monitores para configurá-los separadamente, incluindo habilitando ou não qualquer um deles:



Quando terminar os ajustes, clique em "Aplicar" e depois salve as alterações, em "Manter as configurações":


CONFIGURANDO O SOM

Volte nas configurações do sistema e clique no botão do som:


Na interface cinnamon, a saída de som na entrada HDMI foi automaticamente detectada e configurada. Você pode testá-la para ver se está tudo em ordem:



As outras abas permitem a configurações extras, o que foge do objetivo desta dica. Aproveite este recurso no cinnamon e boa diversão.

Até a próxima dica.
;-)

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Acelerando a abertura do google chrome no linux

Não sei se ocorre em todas as distros, mas no Ubuntu e derivadas o google chrome demora uma "eternidade" para abrir, obviamente dependendo do seu conceito de eternidade. rsrsrs

Na dica de hoje explico como fazê-lo abrir mais rápido, apenas carregando-o em segundo plano, sem interface gráfica, até que precise utilizá-lo.

Se deseja habilitar esse recurso para todos os usuários, abra um terminal e rode o comando abaixo, onde você utilizará seu editor de texto preferido (ETP):

UBUNTU E DERIVADAS
sudo ETP /etc/xdg/autostart/chrome-background.desktop

DEBIAN E DERIVADAS, exceto a anterior
su - +[ENTER]
ETP /etc/xdg/autostart/chrome-background.desktop

OUTRAS DISTROS, igual anterior
ETP /etc/xdg/autostart/chrome-background.desktop

Acrescente o conteúdo abaixo e salve:

[Desktop Entry]
Name=Google chrome em segundo plano
Comment=Google chrome em segundo plano
Exec=google-chrome --no-startup-window
Terminal=false
Type=Application

Caso deseje o recurso habilitado apenas para seu espaço de usuário, faça o procedimento desta forma: abra um terminal, como usuário comum, utilizando seu editor de texto preferido (ETP):

ETP ~/.config/autostart/chrome-background.desktop

E acrescente o texto abaixo, salvando em seguida:

[Desktop Entry]
Name=Google chrome em segundo plano
GenericName=Google chrome em segundo plano
Comment=Google chrome em segundo plano
Exec=google-chrome --no-startup-window
Terminal=false
Type=Application
StartupNotify=false

Agora reinicie a interface gráfica para ativar este recurso. Você não notará nada no sistema, nada será mostrado ou notificado. Mas notará que o browser abrirá mais rápido.

Até a próxima dica!
;-)

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Ativando teclado Fn+som no Lubuntu

Na dica de hoje explico como ativar o teclado Fn + som no Lubuntu, ubuntu com lxde. Creio que funcione com o Debian e outras distros linux com a mesma interface gráfica.

Para quem não sabe, Fn+som são os teclados abaixo, cujas posições pode variar de acordo com o fabricante:


O controle combinado de Fn+som necessita do programeto amixer, que vem por padrão no pacote alsa-utils. Instalado, bote uma música para tocar e experimente este recurso. Facilita em muito sua vida.

Até a próxima dica!
;-))