quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Instalando plugin indicador de caps lock no lubuntu

Um pluguezinho bem simples, mas útil para mim, é o indicador de caps lock. Existe nativamente nos repositórios do Ubuntu, base para nosso querido Lubuntu. Também testei no Xubuntu e funcionou. Não sei quanto as demais interfaces.

Para instalá-lo, abra um terminal e faça:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install indicator-keylock

Reinicie a interface gráfica e experimente apertar a tecla "caps lock". Veja:



Até a próxima dica!
;-))

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Corrigindo o erro "Possible missing firmware /lib/firmware/tigon/tg3_tso5.bin for module tg3" no Debian

Se apareceu o erro "Possible missing firmware /lib/firmware/tigon/tg3_tso5.bin for module tg3"  após instalação do seu Debian, saiba que é fácil resolvê-lo.

O binário tg3_tso5.bin faz parte do driver ethernet Broadcom Tigon3, ou seja, a placa "Broadcom Corporation NetLink BCM57785 Gigabit Ethernet PCIe", que você pode ver com o comando "lspci".

Para instalar o driver, você deverá habilitar os repositórios contrib e non-free no /etc/apt/sources.list do Debian, da seguinte forma:

ANTES
deb http://ftp.debian.org/debian/ $VERSION main

DEPOIS
deb http://ftp.debian.org/debian/ $VERSION main contrib non-free

onde:

$VERSION = jessie, stretch

Como root, rode o comando abaixo num terminal:

$ su - [ENTER]
# apt-get update

Agora instale o firmware de acordo com a versão de seu Debian.

Debian stable
# apt-get install firmware-linux-nonfree

Debian stretch
# apt-get install firmware-misc-nonfree

Depois de instalado, reinicie seu isfenicídio e pronto. O hardware estará devidamente configurado e funcionante.

Até a próxima dica!
;-))

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Instalando "Noto Fonts" na sua distro linux preferida

Noto Fonts é um projeto do Google que abarca todos os caracteres utilizados na internet, 110 mil ao todo, abrangendo 800 línguas diferentes. Isso fez-se necessário pois a empresa está presente em quase todo o mundo.

O nome "Noto" é uma sigla que significa "No more Tofu", sendo "tofu" o caractere "⯐" que aparece quando um site ou um sistema operacional não consegue representar o texto ou o símbolo que está escrito, dificultando a leitura de algumas páginas. (1)

Para fazer o download da font Noto, vá neste endereço e clique em "Download all fonts":


Tenha um pouco de paciência, são aproximadamente 500MB. Depois do download, descompacte o arquivo Noto-hinted.zip com o botão direito do mouse ou no terminal, assim:

$ unzip Noto-hinted.zip

Abra um terminal no diretório onde está a pasta "Noto" e rode os comandos abaixo, na ordem:

UBUNTU E DERIVADAS
$ sudo chown root.root Noto -R
$ sudo chmod 644 Noto -R
$ sudo mv Noto /usr/share/fonts/truetype
$ sudo fc-cache -f -v

DEBIAN, DERIVADAS E OUTRAS DISTROS
$ su - [ENTER]
# chown root.root Noto -R
$ chmod 644 Noto -R
$ mv Noto /usr/share/fonts/truetype
$ fc-cache -f -v

Reinicie a interface gráfica e pronto! Você não notará nada de diferente... rsrs Mas a nova fonte estará disponível no seu infenicídio, sempre que algum aplicativo necessite.

Até a próxima dica!
;-))

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Deletando arquivos em dispositivos usb, no LXDE

As vezes não é possível enviar arquivos pra lixeira,  em dispositivos usb, quando usa-se a interface gráfica LXDE. Ao abrir o pcmanfm e tentar a operação, aparece o alerta abaixo:


Para reverter essa situação, abra o pcmanfm -> editar -> preferências e desmarque a opção "Apagar os arquivos em mídias removíveis ao invés de de enviar para a lixeira":


ANTES



DEPOIS


Problema resolvido. Você já pode remover arquivos de dispositivos usb, usando o LXDE.

Até a próxima dica!
;-)

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Gravando o Openindiana num pendrive, via terminal linux

A dica de hoje explica como gravar o Openindiana num pendrive, utilizando um terminal linux. Mostrarei o meu método, mas pode haver outros igualmente bons. Fique a vontade para escolher.

Em primeiro lugar, baixe a imagem na versão desejada. Neste momento, baixe a 2016.10 no site do projeto, o que não será visto aqui. Escolhi a OI-hipster-gui-20161030.usb.

Quando testo uma distro nova, faço-o sempre num pendrive formatado em ntfs, via gparted, pois não dá erro nesta ferramenta. Mas você pode escolher qualquer formato de arquivo, apenas evite o fat32, pois dá muito erro na formatação gráfica.

Terminada a formatação pelo gparted, desconecte o pendrive da porta USB, espere 10 segundos e conecte-o novamente. Você terá de descobrir se ele é um dispositivo /dev/sda, sdb etc, com o seguinte comando (como root):

UBUNTU E DERIVADAS
$ sudo fdisk -l

OUTRAS DISTROS
$ su - [ENTER]
# fdisk -l

Disk /dev/sdb: 7,5 GiB, 8054112256 bytes, 15730688 sectors
Units: sectors of 1 * 512 = 512 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 512 bytes
I/O size (minimum/optimal): 512 bytes / 512 bytes
Disklabel type: dos
Disk identifier: 0xa5b42618

Dispositivo Inicializar Start Fim Setores Size Id Tipo
/dev/sdb1 2048 15730687 15728640  7,5G  7 HPFS/NTFS/exFAT

Agora rode os comandos abaixo, na ordem:

UBUNTU E DERIVADAS
$ sudo umount /dev/sdb1
$ sudo dd if=OI-hipster-gui-20161030.usb of=/dev/sdb

OUTRAS DISTRIBUIÇÕES
$ su - [ENTER]
# umount /dev/sdb1
# dd if=OI-hipster-gui-20161030.usb of=/dev/sdb
# exit

Pronto. Reinicie seu computador e dê boot pelo pendrive. Daí pra frente é com você.

Até a próxima dica!
;-))