domingo, 4 de junho de 2017

Instalando WPS Office no Ubuntu e derivadas (com correção de dependência)

O WPS tem obtido sucesso no desktop linux, principalmente por sua leveza, se comparado com o libreoffice. Tudo ia bem até bem pouco tempo, mas a empresa parou de desenvolver o projeto para linux devido aos "poucos usuários".

Só que a chiadeira foi geral e, surpreendida pelo clamor popular, a chinesa Kingsoft Corporation jurou de pés juntos - bem jurado e bem juntado - que manterá seu desenvolvimento ativo... O provável é que o mesmo seja comunitário.

Mas como resolver a atual dependência desta suíte, a libpng12, se o ubuntu tem novas versões a cada 6 meses? É o que mostrarei aqui. Em primeiro lugar, leia o excelente artigo do Edivaldo Brito, explicando como instalar o WPS.

Se você usa a versão estável 14.04 LTS, a libpng12 é nativa dos repositórios e a instalação proposta pelo Edivaldo não terá problemas, mas não testei no Trusty. Se você faz uso da 16.04 LTS, também não terá problemas com a mesma lib. Tudo certo até aqui.

O problema começa com as versões posteriores, sendo que atualmente a 16.10 e 17.04 não possuem mais a libpng12 em seus repositórios, já que a suíte linux do WPS tem um ano e já está "velha" para os nossos padrões.

O que fazer então? Muito simples: Abra um temrinal e crescente a linha abaixo no arquivo sources.list, que fica no diretório /etc/apt:

$ sudo nano /etc/apt/sources.list 

deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ xenial main

Salve o acréscimo com ctrl+O e saia com ctrl+X. Depois rode no mesmo terminal:

$ sudo apt-get update 
$
sudo apt-get install -f 

A última linha refere-se ao comando necessário na instalação do WPS, segundo o tutorial do Edivaldo. Volte lá e leia-o com atenção, se não o fez da primeira vez.

Como os pacotes da versão 16.04 são "mais antigos", não serão instalados no lugar dos do yakkety e zeisty. Nada mais resta a fazer, a não ser usar sua nova suíte de escritório.

Não se esqueça de que, até uma nova versão ser lançada - quando o for - eliminando esta dependência, ou a Xenial estiver valendo, podem aparecer outras dependências não satisfeitas, devido as atualizações de softwares semestrais do Ubuntu.

Neste caso, tem-se de resolvê-las caso-a-caso e não há como prever o que acontecerá. Mas enquanto isso não ocorre, bom  trabalho.

Até a próxima dica!
;-))


Nenhum comentário:

Postar um comentário